InfoFeiras
Projeções para o futuro do mercado de eventos

Projeções para o futuro do mercado de eventos

Nos últimos meses, vivemos um cenário de bastante incerteza, principalmente em relação ao setor de eventos. Com a implementação de medidas sanitárias e de isolamento social para o combate da COVID-19, a realização de feiras e eventos nos formatos tradicionais ficaram praticamente inviáveis, o que causou um grande impacto econômico no setor.

Diante disso, o portal “Feiras do Brasil”, realizou uma pesquisa de opinião com o objetivo de projetar tendências e expectativas em relação ao futuro do mercado de feiras e eventos.

Sobre a pesquisa

A pesquisa reuniu dados coletados por meio de 5.520 formulários preenchidos e encaminhados ao portal entre os dias 19 e 28 de maio de 2021. As perguntas eram divididas por temas, acompanhe os resultados:

Impactos da pandemia na cadeia produtiva de feiras e eventos

49,62% declararam que suas empresas estão total ou parcialmente inativas;

65,76% afirmaram que não tiveram acesso a linhas de crédito ou auxílio emergencial.

Retomada de eventos presenciais

77,34% consideram que a sobrevivência das empresas que atuam no setor depende, total ou parcialmente do fim das restrições à realização de eventos presenciais;

70,42% acreditam que o interesse em participar de feiras e eventos empresariais vai crescer ou ficar estável;

65,22% apontam que os investimentos destinados à divulgação, marketing e comunicação empresarial em feiras e eventos deverá crescer;

83,74% preveem que a utilização dos protocolos de segurança e dos novos formatos, testados ao longo dos últimos meses, reduzirá o número de pessoas e empresas, devido ao temor de participar de eventos presenciais;

26,68% acreditam que será viável a realização de eventos presenciais antes da completa vacinação da população brasileira.

Eventos híbridos

Apesar de terem sido uma saída importante para o setor, visto que, os eventos presenciais foram suspensos, os eventos virtuais não trazem um retorno tão bom quanto os presenciais e isso também é confirmado na pesquisa:

83,55% relataram que eventos virtuais não têm o mesmo engajamento dos eventos presenciais;

80,16% declararam que eventos virtuais não têm o mesmo potencial de ampliação do networking dos eventos presenciais;

84.18% dos entrevistados declararam que eventos virtuais não têm o mesmo potencial de geração de negócios dos eventos presenciais.

Vale ressaltar que o estudo é uma pesquisa de opinião e não possui caráter científico.

Recuperação do setor de eventos

Em 2020, a projeção era bastante positiva, estimava-se um crescimento de 10 a 15% para o setor de eventos. Entretanto, com a pandemia e o aumento de números de casos, esse crescimento deu lugar a uma grande retração.

O cenário ainda é incerto, mas começamos a dar os primeiros passos, com a vacinação e os eventos-teste, a esperança é que o setor se recupere, ainda que de maneira lenta, já no próximo ano.

Estamos juntos! Essa crise vai passar!

O Portal InfoFeiras segue atento a essas mudanças e novidades do setor a fim de oferecer a melhor informação a respeito do assunto. Para continuar informado sobre as últimas notícias, acompanhe nosso site e siga nossas redes sociais. /Instagram /LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *